sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Tradução: Mansão Xendrik


Publicado por Wallace em sexta-feira, 9 de novembro de 2018


Voltar ao guia de Lyra e a Herança Perdida


No dia 9 de novembro, o mapa do Deserto Perdido foi atualizado. Em Sakhmet, um novo local foi aberto aos neopianos: A Mansão Xendrik, onde é possível fazer um passeio turístico.

Confira abaixo a tradução feita pelo Royalneo:

Mansão Xendrik

"Bem-vindo(a) à Mansão Xendrik. Esta parte da casa foi aberta ao público como parte do percurso de turismo da cidade. Seja cuidadoso(a) e não toque em nada. Tudo aqui está fundado na história da família. Mas antes de irmos até as heranças, vamos conhecer a família primeiro. À sua esquerda está o Grande Livro dos Xendriks."

O guia ajusta os seus óculos e se inclina para dar uma olhada melhor. Ele lê:

"Os Xendriks são uma das mais antigas famílias aristocráticas sobreviventes do Deserto Perdido. A Mansão Xendrik, como é conhecida hoje, foi construída por Qahaar Xendrik II ao lado de uma antiga casa palaciana que pertenceu à mesma família. O atual mandante da mansão é Aymas Xendrik, o grande neto de Qahaar, que também é o Guardião do Deserto Perdido. Como Guardião, Aymas mantém relações cordiais próximas com ambas as famílias reais de Sakhmet e Qasala."

"Aqui está a pintura de Qahaar Xendrik II. Há uma inscrição abaixo que diz:

Qahaar Xendrik II foi o sobrinho de Narmeer Xendrik. Isto foi na época dos Narmeers em que a família estava em tempos difíceis. Os Xendriks perderam a benevolência que eles desfrutaram no local e sua relação com as famílias reais também vieram abaixo. Tradicionalmente, os Xendriks sempre tinham sido responsáveis de manter a lei e a ordem em Sakhmet, mas devido a muitas discrepâncias que foram descobertas em relatórios e especulações de que os principais oficiais se tornaram corruptos, a discórdia surgiu na cidade.

Os habitantes locais exigiram a expulsão dos oficiais corruptos. A popularidade dos Narmeer com o povo foi marcada por seu desdém com o assunto, levando a uma rebelião. Eventualmente, foi o seu sobrinho, Qahaar, que esmagou a crescente discórdia convencendo seu tio a renunciar e demitir os membros do seu conselho. Qahaar se tornou o primeiro Xendrik a se tornar o Guardião do Deserto Perdido. Desde então, sua linhagem de família continuou a supervisionar a segurança e proteção das pessoas do deserto."

O guia ajudar seus óculos novamente e bebe um rápido gole d'água da sua garrafa antes de continuar.

"E aqui, nós temos a pintura da família atual. A descrição abaixo diz:

A atual família residente na Mansão Xendrik é comandada por Aymas Xendrik. Aymas foi um temido guerreiro na sua juventude e foi reconhecido por suas técnicas de batalha ao redor de toda Neopia. Mais cedo na sua vida de guerreiro, Xendrik perdeu metade da sua asa esquerda em batalha. O que teria sido um problema para a maioria, foi invertido pelo indomável Aymas que ficou conhecido por ser ainda mais formidável após o acidente. Além de ser excepcionalmente habilidoso no campo de batalha, Aymas também é conhecido por sua perspicácia afiada e astúcia, fazendo dele um dos Xendriks mais bem sucedidos de todos os tempos. A esposa de Aymas, Leila, é descendente da família Naharoo de Qasala. Ela é uma mulher de poucas palavras e gosta de guardar-se para si mesma. Aymas e Leila são sucedidos por sua filha, Lyra, que está treinando para ser uma guerreira."


Aymas Xendrik

O guia caminha para longe das pinturas e entra em outra sala. Ele sorri em meio ao grupo antes de continuar:

"E agora, aquilo que nós estávamos esperando o tempo inteiro: As heranças. A mais famosa delas é a espada cimitarra. Vamos ler a placa abaixo dela.

Junto de outras coisas, Xendrik herdou a grande espada cimitarra que está em sua família há muitas gerações. A origem exata da espada é debatida, tal como o nome do primeiro Xendrik que a empunhou. Dizem que ela é feita de aço estrangeiro e há boatos de que é capaz de cortar uma pedra. Depois que Aymas a herdou, ela ocupou lugar de orgulho na mansão como uma herança de família valorizada.

O anel de safira é outro prêmio da herança da família Xendrik. Este também está na família há muitas gerações. O anel é feito com uma grande safira não lapidada que está colocada em uma faixa de outro branco puro. Diz a lenda que esta pedra preciosa foi recuperada das profundesas do oceano no norte, especialmente para ser transformada em um anel para a família Xendrik.

Isso conclui o passeio turístico da Mansão Xendrik. Aqueles que quiserem continuar o passeio pelo Deserto Perdido devem se reunir lá fora."

Comentários:

Os comentários estão em manutenção.

Curta no Facebook

Diversos de Hoje (14/1)


Pergunta do Dia: Krawk
Prêmio: 284 NPs


Jogo em Destaque: Pterataque


Melhor Que Você: Bala de Canhão Petpet
Pontuação: 720



Concerto do Dia: Pirate Band


Campo de Batalha: Escolha sua facção!
Ladrões, Buscadores ou Influência

Sites Afiliados

Arquivo do Site

Já nos segue no Twitter?

Categorias | Tags